Nunca na história se discutiu tanto os hábitos de consumo como atualmente. O debate sobre os problemas do consumismo chama a atenção das pessoas para práticas mais éticas, responsáveis e sustentáveis de oferta e consumo.

A ideia de consumo consciente é importante para o desenvolvimento social e econômico, e é essencial para garantir a qualidade de vida das sociedades futuras.

Além disso, abrange a saúde física, mental e financeira, tanto dos consumidores quanto de quem fornece os produtos ou serviços.

O debate sobre consumo consciente

A discussão sobre consumo consciente está dentro de um debate maior — é o debate sobre a qualidade de vida.

Para garantir a qualidade de vida e a segurança das gerações futuras, é necessário planejar nossos hábitos de produção, comercialização, consumo e descarte de lixo para garantir que a vida seja viável não só hoje, como também no futuro.

Esta discussão passa por questões como fontes limpas de energia, utilização de matérias-primas renováveis, destino apropriado do esgoto industrial e, claro, o mercado consumidor.

Os hábitos de consumo são especialmente importantes no planejamento sustentável.

Um mercado altamente competitivo pode resultar no abandono dos participantes com a sustentabilidade de suas práticas. Esses participantes são todos os envolvidos na cadeia de produção, distribuição e fornecimento de produtos, inclusive o consumidor final.

A importância do consumo consciente

Adotar práticas de consumo consciente é mais importante do que você pode imaginar.

Com a mudança de alguns hábitos, você vai sentir rapidamente a diferença na sua saúde física, mental e financeira, conquistando maior qualidade de vida.

Consumir de maneira consciente significa fazer a sua parte para garantir, dentre outras coisas, condições adequadas de trabalho, extração responsável de matéria-prima e responsabilidade ambiental da fabricante.

Além disso, também é importante se atentar ao valor agregado dos produtos que consome, buscando maximizar sua vida útil em relação ao custo. Isso significa optar por produtos reutilizáveis quando possível, além de planejar seu consumo para minimizar o desperdício de bens consumíveis e duráveis.

Adotando estas práticas, você garante a qualidade de vida das gerações futuras e demonstra seu respeito pelo meio ambiente.

Princípios do consumo consciente

Consumir de maneira consciente é uma tarefa ampla, com muitas possibilidades de ação. Pode-se dizer que o consumo consciente não é um ato, mas um modo de viver.

O consumo consciente propõe diversos princípios, que auxiliam o consumidor na escolha pela compra mais responsável. Confira quais são eles e entenda como se manifestam na hora da compra:

Planejamento financeiro

O planejamento é um importante fator na tomada de qualquer decisão. Na hora de comprar, não é diferente: é inteligente planejar cada compra, especialmente as maiores, com base no motivo, grau de necessidade, nível de utilidade e tempo de vida útil do item.

Também é importante considerar a forma como você irá pagar pelo produto, isto é, à vista, parcelado, etc. Ao fazer compras parceladas, verifique se o produto que você comprou gera custos recorrentes (como um carro que precisa de gasolina e manutenção regular).

Tome cuidado para que estes custos, somados ao valor da parcela, não prejudiquem o seu orçamento mensal.

Consciência ecológica

Outro critério importante é o destino do produto quando ele chegar ao fim de sua vida útil. O produto pode agredir a natureza se descartado incorretamente? Se sim, como você pretende descartá-lo?

Além do impacto do descarte, também é importante considerar o impacto de fabricação do produto, como extração insustentável de matéria-prima, contaminação do solo e emissão de gases poluentes.

Minimalismo

Muitos dos produtos que adquirimos no dia a dia não são verdadeiramente necessários. Alguns deles, compramos por impulso, desejo ou influência externa, mas acabamos utilizando raramente ou nunca.

Este tipo de compra não só gera extração desnecessária de matéria-prima, mas aumenta o potencial de descarte inadequado do lixo. Repense seus hábitos de compra e invista em itens de grande utilidade e longa vida útil.

Reutilização de produtos

Boa parte do impacto ambiental da indústria e do mercado consumidor vem do uso de itens descartáveis e de curta vida útil. Estes produtos têm se tornado mais populares com o passar dos anos, pelo baixo custo e pelo fato de virem, normalmente, prontos para o uso imediato.

Apesar da praticidade, produtos descartáveis costumam oferecer menor qualidade e desempenho, além de serem gastos recorrentes que, a longo prazo, superam o custo de alternativas reutilizáveis.

Responsabilidade e transparência

Além de fazer nossa parte, é importante que cada um de nós cobre, das empresas de que consumimos, a transparência nas suas atividades, a garantia de boas condições de trabalho e a responsabilidade ambiental na fabricação de seus produtos.