Você sabe o que é protesto em cartório? Existem duas coisas que podem acontecer quando uma pessoa não paga uma dívida: o nome dela pode ser protestado ou negativado. Há uma diferença entre as duas coisas. 

Sabia que quase 30% da população brasileira está inadimplente? É o que dizem os dados da Serasa, empresa referência em análises de informações de crédito. 

Hoje, vamos falar sobre o protesto em cartório, para você entender como ele funciona e o que fazer caso seu nome esteja protestado. Continue lendo para saber mais!

Como funciona o protesto em cartório?

Um protesto é basicamente um registro feito em cartório que comprova uma dívida que não foi paga. Com isso, o devedor pode ser notificado judicialmente para que pague o mais rápido possível, evitando a negativação. 

Esse registro serve para que a empresa (ou pessoa) comprove que possui um valor a ser recebido, e assim a dívida fica vinculada ao nome do devedor, que pode ter o crédito negado.

Seu nome pode ser protestado ao não pagar boletos de cobrança, ao ter cheques devolvidos, não cumprir com sentença judicial, quebrar contrato de aluguel, entre outros pagamentos que não fizer. 

Como descobrir protesto em cartório?

Está em dúvida se seu nome foi protestado? É bem fácil descobrir se você está inadimplente ou se, de alguma forma, recebeu um protesto inadequado. 

Você só precisa entrar no site do Serasa e informar os dados solicitados. Poderá ver se existe alguma dívida ou protesto, além de negociar valores em um dos feirões destinados a limpar o nome de quem está negativado. 

Como faço para saber quem me protestou?

Ainda no site do Serasa, você poderá saber em que cartório aconteceu o protesto. Ao descobrir, você deve solicitar a este cartório uma certidão de protesto. 

Essa certidão contará com todas as informações desde o nome da empresa protestante até o valor da dívida e a data em que ela venceu. 

Quais títulos podem ser protestados?

Quando se fala em títulos, eles são os documentos que comprovam a dívida. Os principais que podem ser protestados são:

  • Nota promissória;
  • Duplicata mercantil ou de serviço;
  • Cheque;
  • Boleto vencido;
  • Contrato;
  • Sentença judicial;
  • Letra de câmbio;
  • Contrato de aluguel.

Tenho um protesto em cartório. O que fazer?

O primeiro passo é solicitar a declaração, como ensinado. Entenda qual é a dívida, quanto deve pagar e se recebeu acréscimo de juros. 

Depois de receber a declaração, é hora de se organizar financeiramente para pagar. Se for um valor alto, e você não tiver condições de quitar à vista, pode tentar negociar diretamente com a empresa um desconto ou parcelamento. 

Como cancelar um protesto?

Após pagar o que deve, você precisa pedir o cancelamento do protesto. Essa é uma responsabilidade do devedor. 

Para isso, entre na Central Nacional de Protesto (CENPROT), e efetue o cancelamento para que seu nome saia da lista de inadimplentes e você possa ter um crédito limpo e positivo. 

Meu nome pode ter sido protestado de forma indevida?

Infelizmente, sim. Se você receber uma notificação extrajudicial e não reconhecer, pode ter sido feita por engano. 

Se for o seu caso, entre em contato com a empresa credora para pedir o cancelamento do protesto. 

Não deixe pra depois, pois ficar inadimplente pode afetar muito o seu crédito perante às lojas e bancos. 

Prazo para contestar um protesto?

Não existe um prazo para um protesto ser cancelado ou contestado. Porém, o mais indicado é que você não espere muito, pois cada dia que existe um protesto em seu nome, você perde em relação ao seu crédito, se tornando menos confiável aos olhos de bancos e lojas. 

Nome protestado em cartório prescreve em quanto tempo?

Uma questão muito comum é se um protesto “caduca”depois de 5 anos. A verdade é que não, o protesto nunca caduca!

A única forma de se livrar de um protesto é pagando a dívida, não tem outro jeito. Portanto, se planeje para quitar o que deve e manter o nome limpo, evitando problemas financeiros. 

Como fazer um protesto em cartório?

Se você é, no caso, o credor, saiba que protestar um título que alguém te deve é uma tarefa relativamente simples. 

Você precisará do nome completo e endereço do devedor, que pode ser solicitado ao município caso você não saiba essa informação. 

Você também deverá preencher um formulário com as suas informações e disponibilizar os títulos necessários para comprovar o débito. Daí é com o cartório, que notificará o devedor. 

Agora você já sabe tudo sobre o protesto em cartório! Continue no blog para ler mais artigos e nos siga nas redes sociais @afinzoficial para receber dicas financeiras.