Muito se fala sobre procrastinação hoje em dia. Esse hábito sempre existiu, mas se tornou mais presente nas discussões do dia a dia quando o home office e o ensino virtual ficaram mais populares. 

Saiba que a procrastinação pode acontecer com qualquer pessoa, e além de atrapalhar o desempenho no trabalho, na escola e outras atividades, pode fazer mal para a saúde. 

Entenda o que é, como se manifesta e dicas para se livrar da procrastinação na sua vida. 

O que é procrastinação?

Procrastinação é, basicamente, o ato de adiar alguma ação. Ou seja: deixar pra depois, postergar aquilo que deve ser feito. 

Por exemplo: se você precisa entregar um relatório no trabalho e já possui todas as informações que precisa para realizar a tarefa, mas por desânimo ou preguiça de começar deixa para fazer depois, saiba que está procrastinando.

Por mais que possa ser normal, principalmente por algumas tarefas serem mais urgentes que outras, quando a procrastinação faz com que você deixe de cumprir suas obrigações ela vira um problema. 

Assim, a procrastinação pode afetar sua vida no trabalho, na escola, na faculdade, em casa e em várias outras áreas.

O que significa procrastinar?

A palavra em si, vem do latim procrastinatus. Pro significa “à frente”, e crastinatus significa “de amanhã”. 

Então, quando você procrastina, está deixando uma tarefa para à frente de amanhã — adiando para outro dia ou outro momento, sem ter um motivo plausível para isso. 

Quando temos um  motivo, uma razão convincente, para não realizar uma tarefa no momento, isso não é considerado procrastinação. Apenas quando você adia algo pelo simples fato de não desejar fazer naquela hora.

Quais as causas da procrastinação?

A procrastinação pode ter vários motivos, desde os mais banais, até razões sérias. Ela pode até mesmo se tornar um problema crônico, ou seja, duradouro e prejudicial. 

Existe um mito que coloca as pessoas que procrastinam como “preguiçosas”, dando a entender que fazem isso porque querem. Mas a verdade é que a maior parte dos procrastinadores têm motivos ocultos para fazer isso. 

Entenda melhor como a procrastinação excessiva pode estar relacionada com outros fatores: 

  • Psicológicos — Uma pessoa ansiosa, depressiva ou com outros distúrbios da mente tem tendência a ser procrastinadora. Muitas vezes, por medo da rejeição ou das críticas, deixa tarefas para depois, com receio de começar e ter um mau desempenho. 
  • Fisiológicos — Sabia que a procrastinação pode ter a ver com o cérebro? Pessoas com lesões no córtex pré-frontal são mais propensas a sofrerem com as distrações externas, já que é essa região do cérebro que controla o foco nas atividades.

Qual a relação entre procrastinação e a saúde mental?

A procrastinação e a saúde mental andam lado a lado. O ato de adiar tarefas, estudos e entregas pode ser piorado se a sua mente não está saudável. 

Claro, muitas pessoas procrastinam sem motivo, ou seja, sem ligar o ato à algum distúrbio da mente — normalmente essas pessoas só procrastinam uma vez ou outra.

Quando esse ato fica mais frequente, existe, sim, uma relação entre a procrastinação e a saúde mental. O primeiro passo é entender que não é preguiça, e sim um problema emocional.

Procrastinação e ansiedade

As duas coisas estão relacionadas, e podem causar um ciclo vicioso. Uma pessoa começa a procrastinar porque está ansiosa sobre as críticas ao trabalho, e ao fazer isso, cria mais ansiedade por não estar trabalhando. 

Com isso, o trabalho começa a ficar associado com emoções negativas, de nervosismo, medo ou insegurança, o que faz com que a procrastinação se torne ainda mais frequente. 

Por que procrastinar pode fazer mal à saúde?

A procrastinação não é uma doença, mas pode ser o ponto de partida para o desenvolvimento de distúrbios.

Quanto mais procrastinação, mais o emocional se desregula. Pense, é como se todo dia uma pessoa se frustrasse consigo mesma, prometendo que uma certa tarefa será completada, mas não fazendo nada para isso acontecer.

Essa frustração causa mau-humor, desconfiança em si mesmo, ansiedade e tristeza. Esses sentimentos afetam todo o dia de alguém, impedindo que atividades comuns não sejam realizadas também. 

Ou seja: vira tudo uma bola de neve, trabalho, estudos, atividades físicas, vida pessoal… Tudo isso relacionado com a procrastinação. 

Quais são os tipos de procrastinadores?

Podemos separar os procrastinadores em dois tipos, de acordo com o que a pessoa sente enquanto está adiando uma tarefa de qualquer tipo. Saiba como funciona a divisão:

O procrastinador relaxado é aquele que sabe que a tarefa que adiou é chata, e escolhe fazer algo mais agradável. Não se sente culpado por isso e nem se preocupa em lidar rapidamente com as consequências, apenas deixa o tempo passar.

Já o procrastinador tenso tem noção de que deveria realizar a atividade, mas não encontra motivação suficiente. Mesmo procrastinando, ele se sente culpado e tenso o tempo todo por não estar se dedicando àquela tarefa.

Se identificou com algum dos tipos? É hora de começar a mudar os hábitos de procrastinação!

Dicas para parar de procrastinar

Não é fácil, mas é possível dar um fim nesse ciclo e deixar de vez de procrastinar, viver uma vida mais leve e sem preocupações. Veja algumas dicas essenciais!

  • Descubra o motivo real da sua procrastinação: é medo das críticas? Dificuldade no assunto da tarefa? Entendendo o motivo da sua reluta em realizar uma atividade você pode focar em resolver o problema e liberar sua mente.
  • Divida as tarefas: ao invés de ter uma grande entrega, divida em vários passos menores. Assim, você pode completar e riscar de lista cada passo e se sentir mais motivado para continuar.
  • Entenda que é normal errar: todo mundo já errou. Se um dos motivos que te levam a procrastinar é o medo de fazer algo errado, saiba que tudo pode servir de aprendizado, e mesmo que erre dessa vez, a próxima pode ser bem sucedida.
  • Um passo de cada vez: não faça mais do que consegue. Focando em uma tarefa de cada vez, você usa melhor a motivação e não se esgota tentando resolver todos os problemas do mundo.

Aplicativos contra procrastinação

Alguns aplicativos podem ajudar bastante a evitar a procrastinação, entenda como e já baixe no seu smartphone:

  • Meu Pomodoro (iOS e Android) — o método Pomodoro consiste em trabalhar em blocos de tempo com pausas simples entre eles. É uma forma de se concentrar sem fatigar a mente. O aplicativo conta com um timer para controlar cada bloco e pausa.
  • SimplyNoise (iOS e Android) — um som de fundo pode te ajudar a focar em uma tarefa, mas a música pode te desconcentrar. Para isso, o SimplyNoise oferece barulhos simples que ajudam a mente a se acalmar, teste para ver se funciona com você. 
  • Todoist (iOS e Android) — esse aplicativo permite que você faça listas de tarefas simples e funcionais, com ou sem datas de entrega. Também é possível conectar calendários e ferramentas de trabalho. 

Livros que te ensinam como parar de procrastinar

Se você gosta de ler, conheça algumas opções de livros que falam sobre procrastinação. 

Além de ser um hábito saudável para a mente, ler sobre esse assunto pode te ajudar a entender os motivos da procrastinação e técnicas para parar de ver de adiar as tarefas. Veja nossas indicações.

A procrastinação é um hábito difícil, mas não impossível de se livrar. Com essas dicas, você já pode dar os primeiros passos!