Reforma tributária é um daqueles termos que todo mundo já ouviu falar, mas que não sabe o que é ou para quê serve. 

É muito importante entender sobre ela, pois a reforma tributária influencia na economia do país. Se você for empreendedor, deve ficar ainda mais atento, pois, a classe é afetada por muitos impostos.

Para tirar todas as dúvidas, a Afinz trouxe hoje um conteúdo completo sobre a reforma tributária, como ela funciona e quais os projetos de 2022. Continue lendo para saber mais!

Entendendo a reforma tributária

A reforma tributária é uma mudança nas leis que regulam o pagamento de impostos no Brasil. Com ela, pode acontecer do número de tributos aumentar ou diminuir, conforme o que for decidido.

O principal objetivo da reforma é que o sistema tributário seja mais simples e transparente, diminuindo aquela burocracia que geralmente vem com os impostos. 

Ela também movimenta a economia, criando um incentivo maior para o consumo, o que, por sua vez, gera novos negócios e aumento de empregos. 

É bom avisar que a reforma atual, de 2022, não vai aumentar a quantidade de impostos, ok? Pode ficar tranquilo!

O que muda?

O governo propôs uma reforma que vai ser implantada em 3 etapas. Ainda não divulgaram detalhes de todos os planos, mas vamos adiantar o que já se sabe sobre a reforma tributária em 2022. 

O principal ponto é que alguns tributos serão extintos para dar lugar a um imposto unificado. O PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS vão se tornar o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).

Assim, não serão cobranças diferentes para cada setor e sim uma só, unificada, que vai gerar um ambiente de negócios mais amigável.

Isso será feito para acelerar o ritmo de crescimento da economia e criar uma competitividade maior entre as empresas, o que é saudável para o cenário. Na segunda etapa, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) também será simplificado.

O que muda no IR com a reforma tributária?

Ainda não foi divulgado o detalhamento das medidas da reforma tributária no âmbito do imposto de renda. Sabemos que estão em busca de avanços no processo. 

Os planos são diminuir a cobrança do imposto de renda dos trabalhadores e estimular um investimento maior na economia. 

No ramo empresarial, planejam uma redução de tributação e o início de uma cobrança sobre dividendos, para diminuir a quantidade de empregados PJ.

Quando começa a valer a reforma tributária?

Ainda não existe uma data específica para a implantação do que é discutido na reforma tributária. 

As propostas foram aprovadas pela Câmara dos Deputados, mas ainda serão analisadas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que irá votar na aprovação ou rejeição do texto da PEC.

Esta votação deveria ter acontecido no dia 31 de maio de 2022, porém, por falta de quórum, isso não ocorreu. Resta aguardar uma nova data. 

Vantagens da reforma tributária

A última reforma tributária relevante no Brasil ocorreu em 1965. Desde então os objetivos dessas propostas são os mesmos: trabalhar para expandir a economia e melhorar a vida da população. 

Saiba quais são as vantagens da reforma tributária e como ela afeta o cenário do país.

  • Redução dos custos de uma empresa;
  • Mais investimentos no país;
  • Geração de emprego em diversas áreas;
  • Diminuição de processos burocráticos de tarifas.

Claro, esses pontos só são afetados depois que a reforma é aprovada e se ela contar com propostas visando o crescimento. 

Pontos negativos

Da mesma forma que a reforma tributária pode trazer muitos benefícios, se contar com as propostas erradas ela pode ser uma má influência na economia. Pode acontecer:

  • Aumento do risco fiscal; 
  • Insegurança no mercado;
  • Afastamento de investidores;
  • Aumento no número de impostos.

Quais pontos da reforma são defendidos pela indústria? 

Mesmo com dois lados da moeda, algumas propostas da reforma tributária agradaram à indústria, principalmente as que se tratam do Imposto sobre Valor Agregado (IVA). 

A unificação de impostos também foi bem vista, assim como o fato de não aumentar a carga tributária total para o empresário, que já é bem alta. 

Para os empresários dessa área, a reforma poderá trazer grandes benefícios, que impactarão no funcionamento e crescimento do negócio. 

Porque a reforma tributária é importante?

A reforma tributária é importante porque o crescimento econômico do país depende das empresas. Portanto, para elas obterem bons resultados, as tributações não podem afogar os empreendimentos. 

O sistema tributário do país tem muitos pontos que prejudicam o trabalhador, e a simplificação desse sistema significa um maior aproveitamento dos setores, principalmente da indústria. 

Por fim, a reforma tributária torna o Brasil um país mais propício para receber empresas estrangeiras, com o atrativo de oferecer impostos mais básicos, como funciona em outros lugares. 

Afinz e sua empresa

O caminho de um empreendedor até o sucesso é cheio de dificuldades. Sabemos disso, e oferecemos soluções financeiras para a sua empresa no momento em que mais precisa. Conte com a Afinz, e nos siga nas redes sociais para saber mais atualizações e receber dicas de como cuidar das finanças!