Para uma empresa ter lucro, os produtos precisam ser vendidos por um preço justo. Porém, é muito comum ver empreendedores que não sabem precificar seus produtos. 

Isso acontece por vários motivos, normalmente por não valorizarem o que fazem, concorrência muito forte na região e clientes muito exigentes.

Trouxemos este artigo para que você aprenda de uma vez por todas como precificar seus produtos e lucrar de verdade com seu estabelecimento. 

Saiba o que é o custo de produção e como calcular tudo aquilo gasto na confecção e venda de um item. 

O que é preço de venda?

O preço de venda é o valor exato que o seu produto será vendido, ou seja, o que o consumidor vai pagar ao adquirir o mesmo. 

Esse valor deve ser decidido considerando vários outros pontos, como o custo de produção, custo de manter a loja e funcionários, além dos concorrentes. 

Por isso, não basta escolher um preço qualquer, é preciso fazer um cálculo com todas essas informações, só assim saberá qual realmente deve ser o valor. 

O que é o custo de produção?

O custo de produção envolve tudo o que é gasto para aquele produto seja colocado à venda, ou seja, estão inclusos o valor do aluguel do espaço (se houver), a matéria-prima, os funcionários, contas de luz, tudo que gera algum custo. 

Se você não fabrica o produto, apenas revende, contabilize o preço de compra, distribuição e envio dele, assim como o armazenamento. 

Já se sua empresa oferece algum serviço, a conta é parecida. Pense nos equipamentos usados para atender, no espaço, valor de deslocamento até o cliente, ou seja, tudo que é gasto.

Como calcular o preço de venda de um produto?

Após anotar os gastos e despesas, chegou a hora de realmente calcular o preço de venda, o preço final do produto. 

Para isso, você considerará os custos, a concorrência e a margem de lucro. Começando pelos custos, será preciso analisar todo processo de produção do produto. 

Por exemplo: se sua empresa fabrica bolos decorados, pense quantas unidades é possível fazer com um saco de farinha, uma caixa de ovos, embalagem de fermento, barras de chocolate e etc.

Você deve calcular, com o material comprado, quantos bolos conseguem fazer, e dividir esse valor para chegar no custo final. 

Supondo que você descobriu, com as informações, que o preço para produzir uma unidade do produto é R$20. 

Pense: quanto você deseja lucrar em cima disso? Se considerar um lucro de 50%, o preço final do produto será R$30. Adapte essa porcentagem de acordo com seus objetivos. 

Lembrando que o lucro considerado deve ser o lucro real, aquele que é final, já descontadas as despesas operacionais.

O cálculo do preço é:

Gasto com produção + % de lucro = preço final

A última fase é descobrir se esse é um valor competitivo entre os concorrentes. Descubra qual o valor cobrado no mesmo produto por outros vendedores — se estiver parecido com o que você estipulou, tudo certo! Se for muito diferente, basta ajustar o que for possível. 

Como calcular preço de venda de serviço?

O preço de um serviço é mais difícil de calcular, já que não é um item físico e fabricado. Veja como fazer.

Primeiramente, assim como no produto, anote todos os gastos com o serviço — local, equipamentos, produtos utilizados, funcionários, entre outros. 

O mais importante é precificar o tempo. Quantas horas o profissional vai levar? Quantos clientes é possível atender em um único dia? Entenda quanto custa cada hora de trabalho.

O cálculo final do preço fica assim:

Custos para manter a equipe + custos para manter a empresa + % de lucro = preço final

E, claro, não esqueça de pesquisar o valor praticado pelos concorrentes para se adequar ao mercado. 

Vender é um gasto?

Na hora de calcular quanto custa produzir o item, você também deve pensar na venda em si como um gasto, sabia?

Um produto passa por muitos processos antes de chegar de fato nas mãos de quem o compra. 

Tem toda a fabricação, embalagem, armazenamento, custo dos funcionários e vendedores, ou seja, vender é, sim, um custo.

Por isso, considere a venda como a etapa final, mas saiba que ela depende de vários outros fatores para realmente acontecer. 

Concorrência x margem de lucros

Para garantir o sucesso de um empreendimento, é indispensável analisar os concorrentes, a forma de trabalho deles e os preços praticados.

Analisando os preços dos concorrentes, você pode chegar no valor ideal em que você oferece um produto ou serviço no preço do mercado e ainda assim lucra. 

A forma mais fácil de descobrir sobre seu concorrente é simulando uma compra. Se ele possuir um canal de vendas online, ótimo. Caso não, visite a loja física e observe.

Afinz e seu negócio

Precificar o seu trabalho é difícil, mas nem tudo deve ser! Por isso, a Afinz oferece soluções financeiras para grandes e pequenas empresas.

Uma das soluções é a Maquininha Afinz, perfeita para todo tipo de comércio. Com ela você pode oferecer condições especiais para os clientes, além de antecipar os recebíveis todo mês. Você ainda pode contar com um e-commerce totalmente personalizado para vender seus produtos de forma online com muita praticidade através do Venda+.Clique aqui para saber mais sobre a Maquininha Afinz e todos os benefícios que ela oferece! E saiba tudo sobre o Venda+ aqui.