Um pitch é basicamente uma apresentação feita para investidores, com a intenção de convencê-los a apostar na sua ideia ou no seu negócio. O famoso “vender seu peixe”. 

A verdade é que não basta chegar à apresentação e falar. Um pitch tem que ser planejado com técnicas de persuasão, até porque, você terá pouco tempo para realmente convencer os investidores. 

Quer saber mais sobre o que é um pitch e como fazer uma apresentação eficaz? Continue lendo, reunimos tudo o que você precisa. 

Para que serve o pitch?

O pitch serve para conquistar investidores. A palavra em inglês significa “arremesso”, ou seja, é como se você jogasse a ideia para fisgar um interessado. 

Pitch, na verdade, é uma técnica de apresentação que consiste em conseguir mostrar uma ideia rapidamente e de uma forma super convincente e sem delongas. 

Uma das intenções do pitch é despertar o interesse do comprador/investidor, para ele ter curiosidade em saber mais sobre sua ideia e decida te procurar para uma conversa.

Mas, entenda, curiosidade e dúvida são coisas diferentes — deixe as pessoas curiosas para saber mais, mas dê todas as informações importantes durante o pitch.

Principais tipos de pitch

Existem algumas formas diferentes de fazer um pitch. Inclusive, se você for fazer um, é muito recomendado saber exatamente qual o tipo solicitado ou escolhido. 

Veja os pitches mais usados atualmente e o que faz deles formas eficazes de apresentação. 

One-sentence pitch

Esse modelo de pitch consiste em usar apenas uma frase para convencer os investidores. Nela, você deve falar sobre o negócio e seu diferencial bem rapidamente. O segredo é fazer isso deixando um gostinho de “quero mais”, é o que vai atrair quem escuta.

Elevator pitch

O pitch desse tipo faz uma comparação: se você estivesse em um elevador com um investidor, o que falaria sobre sua ideia? Um discurso de poucos minutos que o deixaria com vontade de saber outras informações! A intenção é captar a atenção. 

Pitch deck

O pitch deck é uma apresentação um pouco mais longa e que usa o apoio visual de slides para ajudar na explicação. É essencial que os slides passem a ideia real do que é o diferencial e não ofusquem o que é falado. 

Vantagens de um pitch

Existem várias vantagens em fazer um pitch. Não é à toa que hoje em dia eles são tão utilizados para atrair investidores. Veja os principais pontos positivos:

  • Possibilidade de apresentar suas ideias para grandes nomes;
  • Aprender o que pode ser melhorado de acordo com feedbacks recebidos;
  • Oportunidade de conseguir investimento e mentoria.

Qual é a estrutura ideal do pitch?

Para te ajudar a fazer um pitch atrativo, aqui vão algumas questões que você deve responder com a apresentação. 

Se coloque no lugar de investidor e pense o que te deixaria mais animado e interessado em investir. 

Qual é o problema e/ou oportunidade?

Fale mais sobre o problema que sua ideia resolve ou qual a oportunidade de negócio que você quer suprir. Mostre porque algo como o que você tem é necessário no momento. 

Qual é a solução da sua empresa?

Mostre como você planeja resolver essas questões, qual será a iniciativa tomada para ajudar quem sobre com o problema que apresentou antes. 

Quais são os diferenciais da iniciativa?

O que faz a sua ideia ser a melhor opção? Explique o que tornará a empresa líder no segmento, os motivos para investir no seu negócio. 

Em qual momento o negócio está?

Seja sincero, diga em que parte da ideia você está. Desenvolvimento, aplicação, validação… responda com clareza, assim o investidor saberá que você é confiável.

Qual é a sua proposta?

Diga o quanto precisa para colocar tudo em prática e o que o investidor terá em troca, seja em dinheiro ou ações. Também é o momento de falar se o apoio será apenas financeiro ou se precisa de mentoria. 

Dicas para um pitch mais interessante

Os investidores veem pitches quase diariamente — por isso, o seu deve se destacar. Afinal, eles estão procurando por ideias inovadoras!

Veja algumas dicas que podem te ajudar a fazer uma apresentação impactante e que atraia a atenção de quem quer investir. 

Capriche no storytelling

O storytelling, como o nome diz, consiste em contar uma história. Sua apresentação deve cativar quem assiste, deixando os espectadores interessados em ouvir mais. 

Faça apresentações sucintas e simples

Todo mundo já assistiu algo chato e que não acrescenta em nada. Sua apresentação deve ter os pontos principais da ideia, nada de floreios, vá direto ao assunto.

Cases de sucesso

Muitas empresas que são extremamente bem-sucedidas hoje em dia começaram com um pitch bem feito e uma ideia!

Algumas delas você com certeza conhece e usa diariamente, veja alguns exemplos:

  • YouTube: em 2005 o YouTube fez um pitch deck e conseguiu mais de 3 milhões de dólares em investimento;
  • Uber: a empresa fez um pitch deck em 2008 e transformou a ideia em uma empresa muito popular, conhecida no mundo todo;
  • Facebook: um dos fundadores conseguiu, em 2004, convencer investidores a apostar na rede social. 

Já sabe como fazer seu pitch e como ele é importante? Que tal ver alguns filmes sobre empreendedorismo para te inspirar? E não deixe de nos acompanhar no Instagram @afinzoficial para mais dicas!